The Political Economy of the European Peripheries Summer School 2022 - Varieties of Peripheralizatio



De 3 a 7 de Julho, a Officina Mundi, em Avis, foi o palco da primeira edição da Escola de Verão da Associação Portuguesa de Economia Política com o tema The Political Economy of the European Peripheries Summer School 2022 - Varieties of Peripheralization. Foram dias intensos, marcados por muitas conversas e reflexões em coletivo, que juntaram uma comunidade diversa de professores, investigadores e estudantes de mestrado e doutoramento interessada no estudo das periferias no contexto do processo de integração europeia, nas suas especificidades e dinâmicas de transformação. Foram discutidos vários tópicos desde a natureza das relações centro, periferia e semi-periferia, à prevalência de velhas e novas assimetrias, à reespecificação da noção de dependência como uma relação conflitual entre centros e periferias, às especificidades das várias periferias europeias, à desindustrialização dos países da Europa do Sul, ao lugar e natureza da política industrial, à natureza da financiarização em países periféricos, ao esgotamento do modelo exportador alemão, às dinâmicas de transformação das relações laborais nas periferias europeias, aos territórios como expressão e motor de assimetrias, ou às alternativas a construir.

As conversas prolongaram-se para lá do espaço da Officina Mundi e do programa que foi estabelecido, num ambiente descontraído e informal. Era o que se queria.


Na última tarde, a Escola de Verão saiu da Officina Mundi para a Biblioteca Municipal José Saramago onde os problemas concretos do território de Avis e da governação foram debatidos. A Escola de Verão já tinha saído à rua para ir visitar a Associação Era uma Voz, na Casa Branca, que para além da Biblioteca Afonso Cruz desenvolve várias atividades culturais.


Joana Villaverde, artista plástica, foi anfitriã, oradora, participante da Escola de Verão. Foi com uma enorme disponibilidade que nos recebeu na Officina Mundi, o seu espaço de trabalho, e o viu ser transformado no espaço da Escola de Verão. A Escola de Verão contou ainda com a colaboração muito importante da Câmara Municipal de Avis e de vários centros de investigação (CEFAGE, CES, CEsA, CIES, DINÂMIA’CET, ICS, SOCIUS).