top of page

Covilhã: entre o industrial e a desindustrialização. Que paradigma: crescimento ou decrescimento?

Conferência-Debate | Sala dos Conselhos, FAL/UBI

8 de novembro, 17h00


Em articulação com o núcleo da região centro da Associação Portuguesa de Economia Política, que assim inicia o seu Ciclo de conferências-debate “Economia política no Centro: grandes desafios para a Região”, a Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior realiza uma mesa-redonda de debate sobre a temática do crescimento versus decrescimento a partir de um território atravessado pela tensão entre a industrialização e a desindustrialização.


A mesa é composta por académicos com percursos de investigação plurais no espectro amplo das humanidades e das ciências sociais, contribuindo, a partir dos seus ângulos de visão, para uma aproximação abrangente à problemática dos desafios prospectivos para a Covilhã a partir destas duas encruzilhadas, a de uma realidade de desindustrialização numa cidade do Interior com um passado vincadamente industrial, e de uma escolha de paradigmas em que ao crescimento como resposta de desenvolvimento é contraposto o desafio de uma resposta decrescentista ao desenvolvimento.


Abertura:

Mário Raposo, Reitor da Universidade da Beira Interior

Clara Murteira, Direção da Associação Portuguesa de Economia Política


Mesa-Redonda

Moderador:

José Reis, Centro de Estudos Sociais, Universidade de Coimbra


Participantes:

Alcides Monteiro (Dep. Sociologia, FCSH/UBI)

Anabela Dinis (Dep. Gestão e Economia, FCSH/UBI)

André Barata, Dep. Comunicação, Filosofia e Política, FAL/UBI

Graça Rojão (Presidente da Coolabora – Intervenção Social).


Comentarios

No se pudieron cargar los comentarios
Parece que hubo un problema técnico. Intenta volver a conectarte o actualiza la página.
bottom of page